Dieta Cetogênica cardápio completo: O que é, Como fazer, Alimentos permitidos

318
Cardápio Dieta Cetogênica Peixe

A dieta cetogênica é polêmica, já que se trata de uma mudança bastante significativa na alimentação.

E para saber tudo sobre a Dieta Cetogênica cardápio completo: O que é, Como fazer, Alimentos permitidos, confira neste artigo as informações mais importantes.

O que é a Dieta Cetogênica

A dieta cetogênica consiste em uma alimentação com o mínimo de carboidratos e com o aumento da ingestão de alimentos ricos em proteínas e mais ainda daqueles que são fontes de gordura.

Essa medida é bastante diferente do que, de forma geral, os nutricionistas indicam.

Eles afirmam que o adequado é consumir de 55 a 75% de carboidratos.

Os médicos também orientam que para uma alimentação saudável e equilibrada, as pessoas devem consumir de 10 a 15% de proteínas e 15 a 30% de gorduras.

A mudança proposta pela dieta cetogênica tem como objetivo a perda de peso.

Isso é explicado devido à redução brusca das quantias de carboidratos ingeridos diariamente.

Quando esse nutriente não é devidamente usado pelo organismo, há o acúmulo de gorduras.

Porém, os carboidratos também são as principais fontes de energia do organismo e, quando eles não são ingeridos de maneira adequada, o corpo precisa buscar outras formas de produzir energia.

Para tanto, existe um tipo de mecanismo de segurança, como uma segunda opção.

Ela consiste em usar as reservas de gordura do corpo, que podem ser utilizadas como combustível quando a quantia de carboidratos não é suficiente.

E é isso o que a dieta cetogênica proporciona, sendo que o uso dessas reservas também provoca o emagrecimento.

Como fazer a Dieta Cetogênica

azeite-na-dieta-cetogenica

Para fazer dieta cetogênica é preciso que os adeptos ingiram apenas de 10 a 15% de carboidratos, além de 30% de proteínas e 50% de gorduras.

No entanto, essa quantidade mínima de carboidratos deve ser apenas de carboidratos complexos.

Os simples, que são os carboidratos de fácil absorção, estão proibidos.

São eles:

  • Farinhas brancas, como a de trigo, o arroz branco e o açúcar

Da mesma forma, estão proibidas algumas frutas, inclusive, as que são fontes de carboidrato.

As bebidas alcoólicas também devem ser evitadas, inclusive, as que são ricas em carboidratos, como a cerveja.

Dessa forma, com o corpo tendo que usar a sua segunda reserva de energia para funcionar adequadamente, ou seja, as gorduras, inicia-se o processo de cetose.

A cetose acontece quando o organismo passa a utilizar os ácidos graxos ao invés da glicose como fonte de energia, uma vez que não há o consumo suficiente de carboidratos.

Cardápio da Dieta Cetogênica

legumes-na-dieta-cetogenica

No começo, quem iniciar a dieta cetogênica pode ter alguma dificuldade em se adaptar ao novo cardápio, uma vez que as fontes de carboidrato estão bastante presentes no dia a dia.

Porém, existem muitos outros alimentos que podem ser incluídos nas refeições.

Mesmo assim, a prioridade é para os alimentos que possuam maior teor de gorduras e proteínas.

Tendo isso em mente, é possível sugerir o seguinte cardápio para um dia da dieta cetogênica:

  • Café da manhã: ovos mexidos com peito de peru e manteiga;
  • Lanche da manhã: iogurte natural;
  • Almoço: um bife de picanha com brócolis temperado com azeite de oliva;
  • Lanche da tarde: uma porção pequena de castanhas ou amêndoas;
  • Jantar: um bife grelhado de frango com berinjela temperada com azeite oliva.

Alimentos permitidos na Dieta Cetogênica

ovo-na-dieta-cetogenica

Todos os alimentos que são fontes de proteína e gordura são bem vindos à dieta cetogênica.

Assim, não há restrições, inclusive, alimentos que são considerados pouco saudáveis, como os embutidos e as carnes vermelhas mesmo de cortes gordos.

Alguns exemplos de alimentos permitidos na Dieta Cetogênica são os seguintes:

  • Todos os tipos de carnes, como as vermelhas e brancas;
  • Ovos;
  • Embutidos, como presunto, salame, linguiça;
  • Laticínios, inclusive, manteiga e queijos;
  • Feijão, ervilhas, lentilhas e demais leguminosas;
  • Nozes, castanhas, amendoins e demais oleaginosas;
  • Azeite de oliva;
  • Legumes e verduras;
  • Grãos integrais, em menores quantidades;
  • Frutas com pouco teor de carboidratos, como framboesa, mirtilo, morango, amora, limão e cereja;
  • Abacate e a polpa do coco, uma vez que são ricas em boas gorduras.

Efeitos colaterais da Dieta Cetogênica

Mesmo que a dieta cetogênica ajude as pessoas a perderem os quilos que desejam, especialistas apontam que ela também pode favorecer diversos tipos de problemas para a saúde.

Também são comuns os efeitos colaterais.

Os mais comuns são hipoglicemia, fadiga, dores de cabeça, dificuldade de concentração, irritabilidade e até mesmo desmaios.

O colesterol alto é outro problema que pode ser causado, o que é uma consequência do alto nível de gorduras da dieta cetogênica.

Além do aumento dos níveis de colesterol LDL, conhecido como o colesterol ruim, existe o risco dessa gordura se depositar nas artérias, levando ao seu entupimento.

Os resultados podem ser doenças do coração, como infarto.

E mais, quando há restrição de carboidratos também pode ocorrer à queima de músculos.

Isso ocorre porque um corpo em fase de cetose também usa como combustível os aminoácidos presentes nos músculos.

A consequência pode ser fraqueza muscular e flacidez.

Cuidados com a Dieta Cetogênica

A quantidade excessiva de proteínas é mais um problema da dieta, já que pode sobrecarregar o funcionamento dos rins e mesmo aumentar os riscos de desenvolver câncer.

Em relação aos tumores, a explicação está no fato da dieta cetogênica liberar o consumo de embutidos.

Salsicha, salame e peito de peru, além de outros produtos industrializados, quando consumidos em excesso aumentam as chances da pessoa desenvolver diferentes tipos de câncer.

Em especial, é possível citar os tumores no aparelho digestivo.

Os embutidos também recebem altas doses de sódio, responsável pelos problemas de hipertensão arterial quando consumidos de maneira exagerada.

Além disso, quando o corpo entra no processo de cetose, são liberadas substâncias chamadas corpos cetônicos.

Essas substâncias não são saudáveis para o organismo.

Podem provocar enjoos e náuseas quando liberada de forma excessiva.

Por outro lado, essa dieta pode ser benéfica em algumas situações.

É o caso de crianças que sofrem com crises de convulsão, uma vez que a dieta ajuda a reduzir as crises.

Mas isso deve ser feito com supervisão médica, sendo comum aos pacientes a realizarem enquanto estão internados em hospitais observados por uma equipe médica.

Dieta Cetogênica cardápio completo: O que é, Como fazer, Alimentos permitidos
Avalie este post!