Skip to main content
o-que-comer-para-emagrecer

O Que Comer Para Emagrecer Guia Absolutamente Completo Que Você Precisa Saber…

As opções nas prateleiras dos mercados são variadas na hora de fazer as compras e resistir à tentação de adquirir inúmeras gostosuras nem sempre é fácil.

Mas quem quer saber o que comer para emagrecer deve focar a sua compra nos melhores alimentos, ou seja, os mais saudáveis. Em outras palavras, é preciso evitar os produtos industrializados.

No entanto, essa dica pode causar dúvidas, já que muitos alimentos processados vendem a falsa ideia de que são saudáveis.

Nessa hora, não basta ler as letras grandes da embalagem, mas sim, as pequenas, inclusive, quais são os ingredientes que o produto tem. Além disso, um truque para não comprar o que não deveria é ir ao mercado com uma lista.

Mesmo com uma alimentação adequada, entretanto, não se podem deixar de lado os exercícios para emagrecer. As atividades físicas sempre são bem vindas quando se quer perder peso, além disso, elas ajudam a aumentar a qualidade de vida e o bem estar.

Além de ajudar no emagrecimento, os exercícios são ótimos aliados do combate ao estresse e aumentam a imunidade do organismo, o que é um excelente remédio para evitar doenças e problemas de saúde como um todo. Então, não vale a pena investir em opções realmente nutritivas?

Veja:

 

Simpatia para emagrecer funciona?

simpatia-para-emagrecer-funciona

Quem está desesperada para emagrecer pode se perguntar se simpatia para emagrecer funciona.

Por mais que uma simpatia possa oferecer efeito placebo, ou seja, parece que funciona porque a pessoa acredita nela, a verdade é que por si só não conta com nenhum efeito sobre o seu peso.

Até mesmo as dietas restritivas que indicam a ingestão de uma quantidade mínima de calorias não são boas opções para quem deseja perder peso com saúde.

Além de exigirem grandes sacrifícios, como comer muito menos do que a pessoa está acostumada, a verdade é que mesmo quem consegue emagrecer alguns quilos volta a ganhá-los tão logo a dieta termina.

Perante isso, o mais comum é que as pessoas sentem-se frustradas, achando que nunca vão conseguir emagrecer, porque até passaram fome e nada de funcionar a dieta.

Porém, é essa mesma a questão, para perder peso não se deve deixar de comer, mas sim, comer certo. A quantidade também interfere, mas nunca se pode ficar com fome.

É importante que as pessoas aprendam a comer o suficiente, aquilo que as deixa satisfeita. Sabe aquele pouquinho a mais que você quer comer mesmo depois de já está satisfeita?

Isso é a chamada gula e ela se torna um hábito e esse pouquinho a mais é o grande inimigo da perda de peso, já que cada vez o pouquinho é um pouco a mais, levando ao excesso de comida.

Tudo o que é consumido em excesso não é gasto pelo organismo, acumulando-se em forma de quilinhos a mais, inclusive, na barriga e na cintura, os famosos pneuzinhos. Porém, ainda mais importante do que saber controlar a gula é escolher os alimentos mais saudáveis para entrar nas suas refeições do dia a dia.

 

Qual o melhor cardápio para emagrecer

qual-melhor-cardapio-para-emagrecer

O cardápio para emagrecer ideal consiste em diariamente comer de cinco a seis refeições.

Isso mesmo. Prova de que não é preciso passar fome para perder peso é o fato do organismo ter que receber alimentos a cada três horas.

Dessa forma, ele se mantém sempre ativo, com o metabolismo acelerado, o que é um dos grandes truques para chegar ao peso ideal.

Assim, além do café da manhã, almoço e jantar é necessário fazer pequenos lanches nutritivos entre as principais refeições do dia. Por isso, o ideal é que as porções de cada refeição sejam reduzidas e, claro, você não precisa empurrar comida goela a abaixo se não estiver com fome.

Mas se você não sente fome para comer a cada três horas, procure diminuir as porções das refeições.

 

Grupos alimentares é importante

Para emagrecer com saúde também é importante ingerir todos os grupos alimentares. Isso quer dizer que você deve comer proteínas magras, gorduras boas e carboidratos.

Mesmo os carboidratos são importantes, pois eles funcionam como o combustível do organismo e sem ele não haverá energia nem para tomar banho e escovar os dentes, já que mesmo para as atividades cotidianas o corpo precisa de combustível.

No entanto, os carboidratos complexos são os mais nutritivos, como as farinhas e arroz integral.

Já as proteínas mais saudáveis são as magras, as quais provém do leite, dos ovos, dos queijos e carnes magras, que pode ser até mesmo a carne vermelha, além do frango e do peixe.

As leguminosas, ou seja, feijões, lentilhas, ervilhas e outras também são fontes de proteína, nesse caso, proteína vegetal é essencial a quem não come carne ou ingere uma quantidade reduzida.

As gorduras boas também são importantes para o bom funcionamento do organismo, como as que estão presentes nos peixes, no abacate, no azeite de oliva e nas oleaginosas, a exemplo das nozes, castanhas, amendoim, etc.

Além desses alimentos, todas as frutas, legumes e verduras podem participar do seu cardápio, sendo que é sempre importante variar.

Uma alimentação saudável não é monótona, já que existem muitos alimentos nutritivos que podem ser combinados das mais variadas maneiras na preparação dos pratos mais saborosos.

Assim, no almoço e na janta uma dica é que o prato seja mentalmente dividido em quatro partes. Numa deve haver fontes de carboidrato, em outra de proteínas e nos dois quartos restantes legumes e verduras.

Já nos lanches entre as refeições é possível comer frutas, iogurte natural, porções pequenas de oleaginosas, frutas secas e mesmo poucas unidades de biscoitos ou bolachas integrais.

Sempre leia o rótulo dos alimentos que você comprar e prefira aqueles que tenham apenas ingredientes conhecidos – duvide daqueles que você não reconhece.

Outra dica é preferir os produtos com menos quantidade de ingredientes. Além disso, saiba que eles estão na ordem de quantidade.

Assim, se numa barra de chocolate o primeiro da lista é o açúcar e o cacau está no fim, saiba que esse produto praticamente não é um chocolate. Mesmo assim, você pode comer com muita moderação as gostosuras que mais aprecia.

No caso do chocolate, prefira as versões com maior teor de cacau, os meio-amargos, bem como sobremesas, bolachas e biscoitos caseiros.

Outro truque fundamental para emagrecer é nunca pular refeições, muito menos o café da manhã. Nessa hora, aliás, você pode comer tudo o que mais gosta, já que terá todo o dia pela frente para queimar as calorias.

 

Qual a melhor dieta para perder peso

qual-a-melhor-dieta-para-perder-peso

A dieta para perder peso mais eficiente é aquela que alia uma alimentação saudável com exercícios físicos.

Quem pratica uma atividade deve alimentar-se bem para ter a energia suficiente para os exercícios.

Uma nutricionista pode orientar você com exatidão sobre a quantidade de caloria que é melhor ingerir conforme o peso que tem, o quanto quer perder e quais as atividades que são praticadas.

No entanto, você mesma pode observar o seu corpo e aprender a ingerir as porções certas.

Além disso, é fundamental consumir alimentos ricos em proteínas magras e carboidratos complexos antes da atividade, porém, com um intervalo de ao menos uma hora. Depois do exercício também é preciso se alimentar para compensar o que foi perdido.

Durante as atividades físicas não se gasta apenas calorias, como também proteína e compensar o corpo ingerindo alimentos ricos nesse nutriente vai evitar que haja um desgaste desnecessário dos seus músculos, o que pode causar fraqueza e flacidez.

A dieta certa para emagrecer exige ainda hidratação constante.

Assim, é importante beber em torno de dois litros de água todos os dias. É possível ainda beber sucos naturais, café e chás, mas nada em excesso, lembrando que nada substitui a água.

Quem deseja saber como emagrecer em uma semana pode investir com mais afinco nos alimentos termogênicos, que aumentam o metabolismo, acelerando a queima de calorias.

Exemplos são:

  1. Alho
  2. Pimentas
  3. Canela
  4. Gengibre
  5. Limão
  6. Água gelada
  7. Chá verde e pimentões

Além disso, reduzir a quantidade de sal dos alimentos que você prepara em casa e mesmo na hora de comer fora é essencial para emagrecer, inclusive, para reduzir o inchaço do abdômen, causado pela retenção de líquidos.

O sal em excesso retém líquido e ao eliminá-los é possível que até mesmo a balança mostre algum resultado.

Outra forma de combater a retenção é ingerindo alimentos diuréticos, sendo que todos os vegetais e frutas têm essa propriedade. E mais, produtos industrializados possuem alta quantia de sal, além de açúcar e gorduras ruins.

Agora que você já sabe o que comer para emagrecer pode preparar refeições diversificadas todos os dias com alimentos nutritivos. As dietas saudáveis não emagrecem do dia para a noite, mas o seus resultados são duradouros, além disso, funcionam como uma reeducação alimentar.

Isso significa que você vai aprender a comer de modo mais adequado e, assim, não vai mais ganhar os quilos que conseguirá perder e não voltará a engordar no futuro por causa de hábitos alimentares inadequados.

Mesmo quem deseja emagrecer urgente pode seguir essas dicas, já que seguindo elas a risca é possível obter resultados em poucas semanas.